Todos os envios sempre grátis *

25 Produtos
Definir direcção ascendente
  1. «
  2. 1
  3. 2
  4. »
  1. «
  2. 1
  3. 2
  4. »

A melatonina é a hormona que regula o sono. Atualmente, podemos encontrar em farmácias e parafarmácias, muitos suplementos dietéticos de melatonina que se comercializam como a nova panaceia para conciliar o sono, dado que não só combate a insónia, senão que também, tem outros benefícios para a saúde, como os seus efeitos antioxidantes e a prevenção do processo de envelhecimento das células, que contribui para reduzir o risco de cancro e de sofrer doenças cardiovasculares.

As propriedades da melatonina e os seus possíveis efeitos secundários não foram suficientemente investigados, pelo que se utiliza unicamente como remédio natural para combater a insónia.

Efeitos da melatonina

Que efeitos tem a melatonina?

A melatonina é a hormona que controla o ciclo biológico diário de vigília-sono, conhecido como ritmo circadiano.

É produzida pelo próprio organismo. Sintetiza-se no cérebro, principalmente na glândula pineal (epífise) ainda que outras quantidades, mais pequenas, formam-se na retina do olho, no aparelho digestivo e no intestino.

No entanto, a melatonina da glândula pineal é a principal responsável do ciclo de vigília-sono. A hormona segrega-se na glândula pineal unicamente durante a noite.

O sistema de funcionamento é o seguinte: o nível da melatonina segrega-se no sangue e este vai aumentando pouco a pouco até chegar a um ponto a metade da noite, em que alcança o seu ponto mais alto. Nas primeiras horas do dia volta a cair o nível de novo porque a luz a inibe.

Além disso, a hormona tem muitos mais efeitos para a saúde: reduz a temperatura do corpo, estimula o sistema imunológico, intervém na secreção das hormonas sexuais e influi na aprendizagem e na memória.

A melatonina não se limita a regular apenas o ciclo sono-vigília, senão que também intervém em muitas funções biológicas associadas ao sistema e ritmo circadiano, entre as que se incluem, por exemplo, a função renal e o nível da pressão arterial.

Devido a que a melatonina não afeta só o processo sono-vigília, senão que também intervém em outros processos biológicos, devemos avaliar os seus efeitos antes de tomar esta hormona.

O que produz os transtornos da melatonina

O trabalho em turnos noturnos ou o jet-lag, quando se viaja ao estrangeiro, pode causar alterações na produção normal da melatonina.

Uma ingestão adicional de melatonina pode corrigir estas perturbações e ajudar as pessoas a dormir. Apesar disso, a melatonina continua a ser controvertida.

Em alguns estudos clínicos sobre o jet-lag constatou-se o efeito positivo da melatonina para ajudar a dormir. Mas, em outros casos não se demonstraram os benefícios até depois de um dia. Isto é devido a que nos seus efeitos influem muitas circunstâncias: diferenças horárias, distintos tipos de voo, etc.

A toma adicional da dose prescrita de melatonina também ajuda o corpo a habituar-se à rotina diária normal quando se trabalha por turnos.

A dose recomendada de melatonina também ajuda as pessoas cegas, cujo ciclo de sono-vigília não segue o ritmo dia-noite.

Fatores que reduzem a síntese de melatonina

  • Uma dieta inadequada
  • O consumo de cafeína
  • Stress
  • Tabaco e Álcool
  • A toma de medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINE)
  • Medicamentos contra a ansiedade
  • Medicamentos para a hipertensão antagonistas ou bloqueadores de canais beta e cálcio
  • Anti-depressivos
  • Comprimidos anticoncecionais.

Principais propriedades e benefícios da melatonina

Está provado cientificamente que a melatonina tem efeitos como antioxidante.

A hormona da melatonina interceta os radicais livres que danificam e destroem as células. Ao contrário de outros antioxidantes solúveis em gordura, a melatonina proporciona uma proteção muito mais completa contra os radicais livres.

Isto é devido a que o envelhecimento das células está relacionado com a descida da melatonina. Quando se produz a descida de melatonina começa a desencadear-se o envelhecimento celular.

Devido às propriedades antioxidantes da melatonina, a mesma não só tem propriedades para travar o processo do envelhecimento, senão que tem mais benefícios para a saúde. Entre estes benefícios cabe destacar, sobretudo, que ajuda a prevenir e controlar o cancro e as doenças cardiovasculares.

Os efeitos da melatonina sobre o cancro foram investigados em diferentes estudos clínicos, ainda que com resultados contraditórios. Por este motivo recomenda-se aos pacientes com cancro, ou que estejam a receber quimioterapia, consultar com o médico antes de a tomar.

A melatonina e a depressão

As mudanças na produção da melatonina são particularmente mais frequentes durante o inverno, devido a que há uma diminuição dos níveis da luz.

Isto pode desencadear transtornos do sono, fadiga e depressão. Para evitar este problema deve-se sair e caminhar um pouco à luz do dia. A luz do dia contribui para inibir a secreção de melatonina e a regular os seus níveis no sangue.

Nos casos de sintomas mais graves há que aplicar uma maior terapia de luz.

Possui propriedades para melhorar a saúde mental e emocional. Esta hormona ajuda a combater a depressão e consegue estabilizar os estados de ânimo. Mostra-se eficaz para ajudar os adultos mais velhos a proteger-se de algumas das doenças relacionadas com o envelhecimento, tais como a doença de Alzheimer, a doença de Parkinson e os acidentes vasculares cerebrais.

A melatonina e a insónia

À medida que envelhecemos, o nosso corpo produz menos melatonina. Com a idade há mais dificuldade para adormecer devido à descida dos níveis de melatonina.

Por este motivo, no caso de pessoas com mais de 55 anos, muitos especialistas recomendam a toma de cápsulas de melatonina para dormir.

Este suplemento é adequado para ajudar a dormir, tratar a insónia e a má qualidade do sono a curto prazo (insónia primária).

Os transtornos do sono causados por doenças ou medicamentos podem ser tratados, com êxito, com a melatonina.

No entanto, o tratamento dos transtornos mais severos do sono com melatonina é muito mais difícil, já que, muitas pessoas não obtêm resultados satisfatórios ao tomar melatonina.

Conselho: Se padeces insónia, deves tentar dormir num quarto muito escuro para que o sistema da glândula pineal possa distribuir a melatonina durante o maior tempo possível. Recomenda-se ainda não ter a televisão acesa, nem levar o trabalho para a cama. Desaconselha-se a utilização de ecrãs de computador, telemóvel ou tablets antes de dormir.

Melatonina e o sistema imune

A melatonina tem a capacidade de promover a correta função dos linfócitos T e estimular a síntese de interleuquina-4, que por sua vez, trabalha sobre as células estromais na medula óssea e favorece a síntese de fatores hematopoiéticos que ajudam a neutralizar o debilitamento do sistema imune provocado pelo stress, as mudanças de temperatura, a ingestão de determinados fármacos (incluídos a quimioterapia), o ataque de vírus, etc.

Efeito Anti-envelhecimento

É conhecida porque possui uma importante ação antioxidante associada a mitigar os sintomas do envelhecimento, por isso conhece-se como la hormona da juventude”. A sua ação contribui para neutralizar os radicais livres, ajudando a atrasar o envelhecimento. Além disso, possui a capacidade de atravessar as membranas de todas as células do organismo, incluindo o cérebro.

A melatonina influi de maneira positiva na qualidade de vida das pessoas, sobretudo dos idosos.

Melatonina e enxaqueca

Um prometedor estudo sugere ainda que a melatonina pode reduzir a frequência e a severidade das dores de cabeça a causa da enxaqueca. Os científicos atribuem este efeito à uma ação anti-inflamatória e o efeito de limpeza dos radicais livres contribuem para aliviar a dor de cabeça.

Ciclo menstrual

Pode ajudar as mulheres a regular o seu ciclo menstrual. Isto é devido a que a melatonina é também uma das hormonas que controla o tempo e a libertação de hormonas reprodutivas femininas. Por este motivo, a melatonina pode ajudar a determinar quando começa a menstruação, a frequência e duração dos ciclos menstruais e quando finalizarão por completo (menopausa).

Hormona do crescimento

Favorece a síntese da hormona do crescimento no organismo. As novas investigações que se efetuam ao redor desta hormona, demonstram que tem um efeito positivo sobre a síntese natural das hormonas do crescimento humano. Tendo em conta que a hormona do crescimento é liberada durante a etapa do sono e que a melatonina induz o sono e aumenta a sua duração e qualidade, podemos afirmar que estas duas hormonas têm uma relação bastante próxima.

Rendimento desportivo

Protege as células do nosso organismo da oxidação que lhes produz o efeito dos radicais livres, cumprindo também uma função de anti-envelhecimento. Além disso, esta hormona ajuda a evitar a sensação de fadiga, o cansaço crónico, o sono e a falta de energia. Sabemos que um descanso correto é fundamental para as pessoas que praticam desporto. A qualidade do sono vai repercutir não só a que se recuperem as energias necessárias senão que também para assegurar-nos de que todos os processos de regeneração se executam corretamente.

Suplementos dietéticos de melatonina

Além de ser um remédio natural para dormir, tomar melatonina também se recomenda como suplemento dietético para tratar outros problemas de saúde: para combater o envelhecimento celular, queimar gordura, combater a perda do cabelo e prevenir e aliviar os efeitos adversos de doenças como o SIDA, Alzheimer e distintos tipos de cancro.

Como tomar melatonina

Deves tomar a dose indicada no suplemento alimentar entre 30-60 minutos antes de dormir.

Doses de melatonina

A dose recomendada de melatonina oscila entre 1 e 3 miligramas, que é ainda a quantidade que costumam incluir a maioria de complementos alimentares.

Podemos acompanhar a toma de melatonina com outros suplementos naturais que favorecem o relaxamento, como Valeriana, Passiflora, Erva-cidreira ou Tília.

Que efeitos secundários tem a melatonina

Quando se toma melatonina durante um curto período de tempo (dois ou três meses como máximo) podem-se observar muito poucos efeitos secundários.

Os mais típicos são a sonolência, diminuição da concentração e até interrupção do ritmo circadiano natural de sono-vigília, pesadelos, cãibras de estômago, tonturas, dor de cabeça, irritabilidade e diminuição do desejo sexual.

Pelo contrário, os riscos e efeitos secundários da administração de melatonina a longo prazo estão ainda sem explorar. Recomenda-se, em qualquer caso, ler cuidadosamente as instruções que vêm no produto e seguir sempre a dose recomendada.

Deve evitar-se tomar melatonina durante a gravidez, amamentação e quando se sofrem graves alergias, por razões de segurança.

As pessoas diabéticas ou com pressão arterial alta devem consultar com um médico antes de tomar melatonina.

Que pessoas devem tomar melatonina?

Os suplementos de melatonina, recomendam-se sobretudo em épocas de insónias, sejam estas provocadas pelo stress ou por outros fatores como podem ser:

  • Jornadas laborais com turnos partidos ou distintos horários.
  • Jet Lag.
  • Insónia crónica ou dificuldade para conciliar o sono.
  • Ajudar a regular o ciclo sono-vigília em pessoas cegas.

Que interações pode causar a melatonina

Pode haver interação da melatonina se se ingere junto com fármacos antiepilépticos, antidepressivos (ISRS) e antitrombóticos. Pelo que as pessoas que estejam a tomar estes medicamentos devem consultar previamente com o médico, antes de tomar melatonina.

A melatonina é um suplemento que está a ganhar muita popularidade entre a população, pois, ao contrário dos soníferos, não causa tolerância e não se necessita incrementar a quantidade de forma progressiva, dando uns resultados muito mais satisfatórios.

Dito de outra forma, enquanto um produto sonífero obriga o organismo a dormir, a melatonina prepara o organismo para dormir, provocando um sono muito mais natural e reparador. Além disso, esta hormona possui imensas propriedades benéficas para o organismo, como o seu grande efeito antioxidante.

Onde comprar produtos de melatonina?

Podes comprar melatonina online em Hsnstore.com. Dispomos de uma ampla gama de produtos à base de melatonina que favorecem o relaxamento e o descanso noturno.

  A Carregar...