Todos os envios sempre grátis *

398 Produtos
Definir direcção ascendente
  1. «
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. »
  1. «
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. »

Entre os 30 e os 50 anos, 70% da população sofre de sobrepeso. De facto, o sobrepeso é a causa principal de uma percentagem muito alta do total de mortes cada ano, já que provoca uma multitude de doenças como, por exemplo, a hipertensão, diabetes de tipo 2, a apneia do sono, os derrames cerebrais e os problemas e acidentes cardiovasculares. Por isso, manter um peso saudável é algo de vital importância para o bem estar.

Estar no peso recomendado para cada pessoa, além de proporcionar uma infinidade de benefícios a nível interior, também favorece um incremento da autoestima e uma maior confiança em si próprio. No entanto, nem sempre é fácil conseguir chegar a ele nem, posteriormente, manter-se. Devemos ter em conta que, em muitos casos, as dietas têm um temido efeito boomerang ocasionado pela eliminação de certos alimentos durante um determinado lapso de tempo. Além disso, a aquisição de bons hábitos de vida como, por exemplo, a prática de exercício diário, pode ficar esquecido.

Uma simples mudança nos hábitos alimentares e uma boa dieta pode travar esta tendência e eliminar esses quilos desconfortáveis que nos indica a balança.

Por isso, esquece-te de contar calorias, de seguir dietas extremas, ou dietas restritivas, como a Dukan. Deixa de temer exageradamente às gorduras e de sofrer o temido efeito yo-yo. Se queres conhecer o verdadeiro secredo para estar magro/a, lê atentamente os seguintes conselhos:

O secreto da dieta para emagrecer

"Faça o que faça, não consigo emagrecer". Cada vez é mais habitual ouvir esta queixa. Como podes ver, não é de estranhar, dado que mais de 40% da população tem excesso de peso. Na etapa compreendida entre os 30 e os 50 anos, a percentagem é ainda pior, já que o sobrepeso afeta a um 70% dos casos.

Qual é o motivo que nos faz engordar?

Porque é tão difícil, para muitas pessoas, estar magras? Os nutricionistas indicam que uma má alimentação e as dietas desequilibradas são uma das causas da obesidade.

Durante muitos anos pensou-se que o sobrepeso se devia simplesmente ao facto de comer demasiado. Por isso, pensava-se que comer pouco favorecia a perda de peso, pelo que se pôs na moda todo o tipo de dietas.

A chave de uma boa dieta está no que se come

O melhor conselho consiste em realizar dietas que sejam saudáveis. Devemos descartar as dietas que contêm uma proibição de comer algum tipo de alimentos (como sucede na dieta Dukan) e combinar sempre, na nossa dieta habitual, a ingestão equilibrada de alimentos que contenham hidratos de carbono, gorduras e proteínas, além de vitaminas e minerais.

Ingerir na alimentação uma grande quantidade de gorduras e de hidratos de carbono é pouco saudável, já que este tipo de alimentos podem propiciar uma falta de nutrientes essenciais. A consequência desta dieta pouco saudável é que o metabolismo se torna mais lento, torna-se crónico e resulta mais difícil eliminar esses quilos a mais.

Conselhos para alcançar o peso ideal

O secredo para que o metabolismo tenha um funcionamento saudável consiste em transformar as calorias em energia, com o que se consegue que o organismo não as armazene em forma de gordura corporal. Portanto, a única maneira de perder peso de forma saudável e constante está em acelerar o metabolismo lento. A dieta termogénica, que te apresentamos aqui, foi desenvolvida com esta finalidade.

1. O conselho básico de todas as dietas

"Inclui alimentos que contenham proteínas em todas las comidas", esta é a base da dieta termogénica. Isto não significa que tenhas que comer unicamente proteínas (como sucede com a dieta Dukan), senão que, em cada uma das tuas refeições, seja uma refeição principal ou um aperitivo, deve conter entre 15 a 30 gramas de proteínas de qualidade, ou seja, sem gorduras e que tenha todos os aminoácidos essenciais.

Isto é importante porque as proteínas têm um efeito termogénico no corpo muito mais forte que as gorduras ou os hidratos de carbono. De facto, mais de 25% das calorias ingeridas, procedentes de proteínas, são queimadas imediatamente e já não se armazenam em forma de gordura.

Outra razão: As proteínas aportam os aminoácidos que as hormonas e enzimas necessitam, bloqueando, de forma natural, a sensação de fome e favorecendo a perda de gordura. Se segues este conselho, poderás ver que uma maior quantidade de proteínas nas refeições reduz automaticamente, depois de várias semanas, a demanda de comidas pesadas, conseguindo que ganhes saúde e que a tua alimentação seja saudável e equilibrada.

Todos estes fatores fazem com que a proteína, seja a ferramenta mais importante se queres emagrecer.

Como ingerir uma maior quantidade de proteínas na dieta diária?

Se queres aumentar a quantidade de proteínas na tua dieta, deves incluir em cada uma delas um dos seguintes alimentos ricos em proteínas: produtos lácteos baixos em gordura, ovos, frango, peru, peixe, moluscos, presunto, carne vermelha magra, queijo tipo cottage, queijo de soja, lentilhas, feijões e outras leguminosas.

Dado que a maioria das fontes de proteínas mencionadas também proporcionam uma quantidade significativa de gordura, dependendo da forma em que se cozinham, os nutricionistas recomendam incluir na dieta, de 1 a 2 vezes por dia, um batido de proteínas de alta qualidade.

Os batidos de proteínas são rápidos de preparar e tomar, têm um sabor delicioso e contém pouca gordura. Além disso, não têm adição de açúcar e podem tomar-se como substitutos de uma refeição ou como lanche. As bebidas de proteína estão especialmente indicadas se tens pouco tempo para cozinhar e queres seguir una dieta termogénica.

2. O açúcar, o inimigo número 1 de todas as dietas

Cada vez que tomas açúcar com os alimentos ou bebidas açucaradas, o teu corpo converte-se numa máquina produtora de gordura. Isto deve-se a que o açúcar estimula a libertação das hormonas responsáveis da produção da gordura corporal.

Além disso, o açúcar rouba ao corpo substâncias nutritivas muito importantes, como as vitaminas e os minerais. Outro inconveniente do açúcar consiste em que só proporciona calorias vazias, que fazem engordar e não oferecem nenhum nutriente ao organismo. O consumo excessivo de açúcar provoca, a longo prazo, cansaço, depressão e apatia.

De facto, o açúcar e os refrigerantes açucarados são uma das razões principais pelas que atualmente há mais sobrepeso no mundo e as pessoas não consigam emagrecer. Todo o tipo de dietas saudáveis deve evitar o açúcar e as bebidas açucaradas.

Infelizmente, o açúcar está incluído, de algum modo, em muitos alimentos embalados. Por isso, recomenda-se ver sempre os ingredientes dos produtos e evitar comer os que incluam açúcar.

Inclui na tua dieta hidratos de carbono de origem vegetal

Ao contrário do açúcar, as frutas, os legumes e os grãos inteiros são uma fonte muito mais valiosa de energia, dado que têm um índice glicémico baixo, mantém os níveis de açúcar no sangue estáveis e proporcionam energia duradoura, além das valiosas vitaminas e minerais que contêm, contribuem para aumentar a saúde e prolongar a vida.

Elege como alimentos as frutas e verduras, todas as vezes que te seja possível, já que, além de proporcionar proteínas de alta qualidade, são a base para manter o corpo saudável e magro e manter um estilo de vida saudável.

3. Inclui na tua dieta gorduras saudáveis

Geralmente, pensamos que as gorduras em si não são saudáveis. Mas, ainda que penses que não, incluir na tua dieta gorduras saudáveis pode ajudar-te a emagrecer.

Pensa que a dieta mediterrânea, típica de Espada, Itália e Grécia, utiliza muito o azeite, que proporciona uma grande quantidade de ácidos gordos monoinsaturados e vitamina E, que protege o coração e o estado das artérias, proporcionando saúde e prolongando a vida.

O que sim deves evitar ou reduzir o máximo possível, em todas as dietas, são os alimentos com gordura de origem animal, como podem ser as salsichas, queijos gordos, carnes assadas, molhos, banha de porco, manteiga, molhos cremosos e, até, sobremesas gordas.

Lembra-te desta regra simples: A gordura animal é a que causa a gordura corporal. A exceção a essa regra são os ácidos gordos ómega-3, que são saudáveis. Poderás encontrar-los principalmente nos peixes azuis, como o salmão e as sardinhas. Mas tem muito cuidado: Até mesmo os óleos vegetais se transformam imediatamente em gordura uma vez que se aquecem na frigideira ou na fritadeira a temperaturas elevadas.

Se queres emagrecer, segue uma dieta na que não se tomem os alimentos fritos.

4. Inclui na tua dieta nutrientes que façam funcionar o teu metabolismo e reduzir o teu peso

Sem os nutrientes vitais, como as vitaminas e os minerais, o nosso corpo não pode queimar as calorias, já que estas substâncias estão envolvidas em cada etapa do metabolismo energético e na queima de gordura.

A falta de nutrientes é, em última instância, uma das razões pelas que o metabolismo se torna lento e acumula gordura corporal.

Para impulsar um metabolismo que se tornou, a nível crónico, lento, já não chegam as vitaminas e os minerais contidos nos alimentos. Se queres voltar a emagrecer terás que complementar a dieta com um bom multivitamínico.

5. Se queres emagrecer, além de seguir uma dieta…Põe-te em movimento!

Todos sabemos. O exercício regular é decisivo se queres perder peso. Seja caminhar, correr, nadar, andar de bicicleta ou ir ao ginásio. Quanto mais te mexes, mais calorias consumirás, menos gordura se armazenará no teu copo, conseguirás emagrecer mais rapidamente e ganhar saúde e vitalidade.

O exercício físico também desempenha um papel importante no processo da termogénesis. Quando combinas o exercício com uma fórmula termogénica como Evoburn, ambos fatores aceleram o teu metabolismo e reduzes o teu peso.

Tem em conta que é importante eleger um desporto com o qual te divirtas. Só o exercício regular favorece o teu bem estar e faz-te emagrecer.

Quanto exercício necessitas?

Os especialistas recomendam realizar entre 20 a 30 minutos de exercício aeróbico (como correr, andar de bicicleta, nadar, etc.) durante 3 ou mais vezes por semana.

Além disso, um treino com pesos, 2 vezes por semana, também ajuda a fortalecer os músculos e a manter os tecidos flexíveis e fortes. É crucial que programes a realização de exercício de forma habitual, tal como lavas os teus dentes todos os dias. Programa parte do teu tempo para cuidar de ti e não deixes que nada te desvie desse objetivo.

6. Bebe água suficiente

Deves beber entre 2 a 3 litros de água mineral por dia. Repara que a água ajuda a eliminar toxinas e a queimar a gordura do corpo. Além disso, também favorece e estimula a boa digestão e suprime a fome.

Tem sempre uma garrafa de água à mão e bebe frequentemente, sem esperar a ter sede.

Recorda: A água é o ingrediente mais importante para o organismo e não tem calorias.

7. Converte o teu corpo numa máquina de queimar gordura

Em qualquer caso, existem muitos produtos que podem ajudar a conseguir um peso saudável. Evidentemente, não são milagrosos e necessitam de exercício e uma alimentação equilibrada para cumprir com o seu cometido. Neste sentido, os bloqueadores de gorduras e carboidratos impedem que estas substâncias se acumulem e gerem tecido adiposo, já que as transformam diretamente em energia. Além disso, os diuréticos naturais ajudam a perder líquidos, assim como os queimadores de gordura sem estimulantes colaboram para eliminar os quilos que sobram sem renunciar ao descanso.

O citrus aurantium (um extrato de laranja amarga), o extrato de chá verde, extrato de gengibre e extrato de guaraná, que tem um efeito termogénico, dado que estimulam a queima de gordura e podem fazer-te perder peso, de forma fácil e rápida.

Por outro lado, os redutores do apetite que aportam sensação de saciedade e impedem que comas compulsivamente que, podem ainda gerar ansiedade e culpabilidade, o CLA, as carnitinas e os fut burners termogénicos que elevam a temperatura corporal também são boas opções.

Estas substâncias contribuem para que o metabolismo queime gordura de forma natural, aumentando a energia.

Tudo isso, combinado com um programa de exercício físico, contribui para que tenhas êxito mais rapidamente com o teu objetivo de emagrecer.

O queimador de gordura termogénico, combinado com a dieta, pode converter o teu corpo numa máquina real de queimar gordura.

Aquelas pessoas que conseguiram perder peso, com este programa já lhes é mais fácil manter o seu peso ideal e não voltar a engordar.

8. Presta atenção aos teus hábitos alimentícios

Quando comes alimentos com demasiadas calorias à noite, o teu corpo armazena gordura com mais facilidade, já que esta gordura não se pode queimar enquanto se dorme.

Um jantar baixo em calorias e rico em proteínas favorece a secreção da hormona do crescimento durante o sono, facilitando que possas emagrecer de forma mais rápida.

9. Dá-te o capricho de comer o teu prato favorito uma vez por semana

Tenta manter durante 6 dias as recomendações da dieta termogénica. Mas desfruta, uma vez por semana do teu comer favorito. Esta regra é muito importante, já que as restrições excessivas das dietas podem levar-te a não manter essas dietas durante muito tempo.

Quanto peso podes perder com a dieta termogénica?

Cada pessoa tem um metabolismo diferente e reage de forma distinta. Por isso, não de pode garantir quantos quilos vais perder com esta dieta. Assim que não te fies daqueles que te prometem dietas nas que vais perder um peso determinado, num tempo determinado.

Nós só te podemos garantir uma coisa: Quanto mais rigoroso sejas e quanta mais precisão tenhas a seguir os 9 conselhos descritos da dieta termogénica, mais rápido vais perder peso. Portanto, emagrecer só depende de ti!

Decide-te quanto antes a mudar a tua vida e põe em marcha o teu metabolismo para manter-te magro e saudável.

Nota: Se tens algum problema de saúde, consulta o teu médico antes de começar qualquer dieta ou programa de fitness ou exercícios.


Las propiedades del café verde

As propriedades do café verde

A ingestão de extrato de café verde pode facilitar a redução de peso, combinada com dieta e exercício.

Alguns estudos sugerem que o café verde reduz a absorção de glicose no intestino delgado e os níveis de intestino e de açúcar no sangue.

Vários estudos demonstraram que o extrato de café verde reduz a saída da glicose através do fígado, provocando que o corpo consuma mais reservas de gordura para gerar energia. Recomenda-se precaução em pacientes com diabetes que tomam insulina ou outros agentes anti-diabéticos orais, já que, neste caso, o café vede pode produzir hipoglicemia.


Las propiedades del cla

As propiedades do cla para perder peso

Vários estudos mostram que o ácido linoleico conjugado é eficaz para aumentar o gasto metabólico, aumentando a termogénese e a queima de ácidos gordos através de vários mecanismos de ação.

Este processo implica um aumento das proteínas desacopladoras (UCP), que ajudam a regular a eficiência energética e são responsáveis, por exemplo, de manter a temperatura corporal quando estamos expostos ao frio ou até mesmo para queimar o excesso de calorias que ingerimos através da dieta.

  A Carregar...